5.27.2010

Exercícios para Fazer com Seu Bebê (2 a 5 meses)


Arrastar


  • Benefícios: é um exercício imprescindível para o desenvolvimento normal do cérebro, pois faz com que os dois hemisférios trabalhem juntos. Também é essencial para promover uma boa coordenação motora no futuro e boa concentração.
  1. Ponha seu bebê de bruços numa superfície limpa (pode ser cama ou um colchonete);
  2. Disponha alguns brinquedinhos a uma certa distância do bebê;
  3. Incentive-o a se arrastar até os brinquedinhos.
  4. Faça os exercícios diariamente, dando o máximo de oportunidade para seu filho se arrastar.

Tá Difícil?

Tenha em mente que se seu filho está caminhando para os 4 meses, ele já pode estar pesado demais para conseguir se arrastar. Isso é muito comum com bebês que não tiveram a oportunidade de ficar na posição de bruços quando bem novinhos.

E se Meu Filho não Conseguir Arrastar, Pode ter Problemas no Futuro?

Sim. Após haver estudado o desenvolvimento de crianças normais e de crianças com problemas, pesquisadores dos Institutos da Filadélfia chegaram a conclusão de que pular etapas do desenvolvimento motor, pode acarretar a falta de determinadas habilidades à criança. Podem surgir conseqüências adversas, como problemas de coordenação motora, problemas de concentração, hiperatividade, dificuldades na dominância hemisférica (por exemplo, o indivíduo não consegue ser totalmente destro, ou totalmente canhoto) e dificuldades de aprendizado, principalmente em leitura e escrita.

Calma, não se desespere!!!

Meu Testemunho
Se seu filho não arrastou ainda há esperança. Não se assuste. Minha filha mais nova também não conseguiu arrastar quando bebê, pois quando eu a coloquei de bruços pela primeira vez, ela já estava com quatro meses e meio e super pesada. Então o que eu fiz? Coloquei-a para arrastar com um ano e meio. Mas é claro que tive que arrastar junto com ela e usei colchonetes enormes! (veja foto abaixo). Como ela não estava muito interessada, voltei a incentivá-la aos dois anos, e foi um sucesso!




Até minha outra filha, de quatro anos, também entrou na dança:



Então tenha em mente que se você puser seu filho para se arrastar com 2,3 ou 4 anos, ele poderá formar as conexões cerebrais que não havia feito quando bebê.

OBS: tudo o que foi dito aqui sobre arrastar, também se aplica ao ato de engatinhar. Portanto, ambas são etapas importantíssimas do desenvolvimento neurológico dos bebês.

Artigos Relacionados:


31 comentários:

  1. Adorei...... Cmecei a colocar meu filho de dois meses, e já vejo que ele adora essa posição, obrigada pela dica, pois sou mãe de primeira viagem.

    ResponderExcluir
  2. ..estou tentando assim como o arrastar, meu bebe ja fica de bruco desde cedo, conselho da pediatra pois ele nasceu grande e tava bem pesadinho, agora com 4meses esta com 8.100 a pediatra sempre insisti coloca-lo de bruco pra q fortaleca a musculatura do braco, mas ele mexe bastante a parte inferior do corpo, e tb leVanta o bumbum, mas os bracinhos ele nao faz muito esforco, ele pega o brinquedo mas nao sai do lugar,ja tentei distancias e coisas diferentes pra ver se ele pega, sem muito sucesso, as vezes fica irritado e comeca a chorar,..tb nao rola sozinho, estou um pouco chateada, será q foi falta de mais estimulo inicial?
    bjinhos

    ResponderExcluir
  3. Jaciane

    Não acho que tenha sido falta de estímulo, não. É que realmente ele tá muito pesado, não é?
    A verdade é que os bebês já podem ficar de bruços desde as primeiras semanas de vida.
    Olha, quanto ao rolar, é mais fácil, e assim que eu tiver um tempinho, vou postar alguma coisa sobre
    esse assunto.
    Que bom que você tem uma pediatra atenta a essas questões. Ela está certíssima.

    Você está fazendo sua parte de mãe, mas há coisas que só o bebê pode
    fazer por si mesmo.

    Então, não desanime, não.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Um dia antes de completar 1 mês, coloquei minha filha de bruços, com 1 livro na frente dela e ela conseguiu firmar os braços e levantou a cabeça pra olhar o livro. Continuei estimulando-a a ficar de bruços, o que ela consegue fazer bem, mas até hoje, com 4 meses, ela odeia essa posição, não gosta de ficar mais do que uns 4 minutinhos e já começa a chorar. Por que será? Será que devo insistir?

    ResponderExcluir
  5. Olá, Débora!

    Muito importante a sua dúvida. Primeiramente, gostaria de dizer-lhe que você deve respeitar o limite de tolerância de sua filha,
    que parece ser de uns 4 minutos. Depois de atingido esse tempo, retire-a da posição de bruços. O que você pode fazer é deixá-la
    de bruços várias vezes por dia, mas por pouquinho tempo de cada vez. Por fim, gostaria de remetê-la às palavras da
    Dra.Tara Liddle, fisioterapeuta pediátrica norte-americana, e uma assumidade no
    assunto:

    Alguns bebês podem sentir-se frustrados e irritados quando de bruços "mesmo assim,
    é fundamental continuar com as brincadeiras no chão, para melhorar o desenvolvimento do tronco
    da sua filha. Se o tronco estiver fraco, a postura dela pode sofrer com isso. Além disso, habilidades
    motoras mais avançadas podem ficar comprometidas."

    Espero ter ajudado

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  6. Oi, Ana Júlia! Obrigada por me responder.
    Pois é, eu sempre respeitei esse limite dela, mas só a colocava de bruços no máximo 2 vezes por dia. Vou fazer mais vezes, como você recomendou.
    Eu procurei o nome da Dra.Tara Liddle no google, mas minha leitura instrumental de inglês está defasada! Tem algum material (artigo, livro, etc.) dela em português?
    Obrigada mais uma vez!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Débora, eu indico o excelente livro
    "Coordenação Motora", de Tara Losquadro Liddle.
    Indispensável para quem tem filho entre 0 e 5 anos.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Gostei demais do blog! Sobre o post, fiquei um pouco preocupada com minha filha. Ela nasceu de 35 semanas e aos 2 meses a pediatra recomendou que ela fizesse fisioterapia de estimulação precoce, pois não conseguia erguer a cabecinha quando colocada de bruços. Segui todas as orientações, mas minha filha nunca gostou muito de ficar de bruço e não arrastou. Agora ela está com 2 anos e tem muita dificuldade motora, não consegue pular como as crianças na idade dela, faz as coisas com as duas mãos, tem dificuldade de concentração. Vou tentar seguir o seu exemplo e me jogar no chão com ela. Tomara que ela se interesse, pois parece que não gosta muito de nenhum tipo de esforço.
    Parabéns pelo blog, tá me ajudando muito!

    ResponderExcluir
  9. Ola, Nanda

    Que bom que voce gostou do blog. Fico feliz. Quanto a questao do arrastar e da posiçao de bruços, em breve vou escrever um post sobre o tema, pois tem sido um assunto recorrente entre os pais que me escrevem.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Estou aguardando o post então. Obrigada!

    ResponderExcluir
  11. BOM JULIA MMEU FILHO ESTA COM SETE MESES E AINDA NÃO SE ARRASTA NEM ENGATINHA SABE EU QUERIA SABER SE ISTO É NORMAL POIS EU CONHEÇO CRIANÇAS MAIS NOVOS DO QUE MEU FILHO E ELES JA ENGATINHA MEU FILHO JÁ FAZ VARIAS COISAS COMO DAR THAU, SENTOU COM 5 MESES E MEIO SE LEVANTA SOZINHO SE PUXANDO PELAS COISAS MAS ENGATINHAR MESMO NADA O QUE DEVO FAZER?

    ResponderExcluir
  12. Oi Luiza,

    Primeiramente, quero dizer-lhe que o fato de seu filho ainda não engatinhar não deve causar alarde ( a maioria dos bebês só engatinha por volta de 8, 9 meses). Além disso, muitos bebês não gostam de determinadas fases do desenvolvimento, e tendem a abreviá-las, ou a saltá-las. Assim, por exemplo um bebê que não gosta muito de engatinhar, poderá encurtar essa fase. Obviamente, isso não é o ideal.

    Outra coisa: o fato de seu bebê não ter arrastado não significa que ele esteja com algum problema de desenvolvimento. Há muitos fatores que levam um bebê a não arrastar, como por exemplo, ter tido pouca oportunidade de ficar de bruços, pouca oportunidade de brincar no chão, e muitos outros. Existem exercícios específicos para ajudar o bebê a engatinhar. No livro "Coordenação Motora" da Dra. Tara Liddle há algumas sugestões.

    Eu ainda quero escrever um post sobre o assunto, em breve, mas tenho de fazer fotos e talvez um vídeo, para que as mães entendam melhor.

    Espero ter ajudado.

    Abraços

    ResponderExcluir
  13. Obrigadaaaaaaaaaa!

    ... estava preocupada mas agora to muito feliz!Consegui aplicar as dicas e meu bebe em pouco tempo respondeu, ele mesmo pesadinho a algumas semanas comecou a arrastar-se e ate fica de quatro por alguns minutos,e lindo ve-lo tao esperto.

    ResponderExcluir
  14. Que ótima notícia, Jaci!!!! Tudo isso foi graças à sua perseverança. Amiguinha, conte um pouco mais de sua experiência. Que dicas exatamente você seguiu? Usou plano inclinado? Conte, amiguinha!O seu testemunho é importantíssimo.E pode dar forças a muitas mães que se acham numa situação angustiante.

    Beijos e parabéns!

    ResponderExcluir
  15. ... basicamente fiz o que esta descrito no inicio do topico,o comeco nao foi tao prazeroso, pois ele chorava ao ser colocado muito tempo de bruco e somente pegava alguns brinquedos se estivesse quase na mao dele, ... comecei a fazer com que pegasse o brinquedo no trocador mesmo, pra ver se ele se movia alguns milimetros que fosse e consegui, .... ai tentei o plano inclinado "improvisadissimo" no berco mesmo, ou seja inclinei bem pouquinho o colchao entao ele comecou a esticar os bracinhos, mas como eu estava com medo de acontecer algum acidente, voltei pra superficie plana, minha cama foi o local da brincadeira. O que fez a diferenca foi eu trocar os brinquedos estaticos para os que rolavam, ou seja rodinhas que rolavam e bolinhas, ele se mostrou mais interessado e a cada dia eu fazia com um brinquedo diferente e usei tb uma garrafa pet com agua, (essa ate hj funciona) agora ele se arrasta numa velocidade muito maior qdo ve algo interessante, principalmente coisas que nao pode mexer, rsrsrs el vira quase 360 graus, fica de quatro e se balanca como se fosse se jogar, mas volta com a barriga no chao e se arrasta pro lugar desejado. Comecei a fazer tdo isso ele estava quase 5 meses e mais de 8kilos ontem ele acabou de completar 7 meses, TODOS os dias e ainda continuo com a brincadeira....

    ResponderExcluir
  16. Oi, estou lendo alguns textos para me ajudar com meu bebe que tem quatro meses, nasceu pré maturo(32 semanas) e ficou 48 dias na UTI. Na ultima consulta a ped disse que ele tava com a cabeça meio mole e derrepente iria encaminha-lo para fisioterapia por isso estou procurando dicas de alguns exercicios para firma a cabeça do meu bebe. A pediatra disse que o desenvolvimento cognitivo estava ótimo po rém o motor está um pouco atrasado. se puder postar alguma coisa para me ajudar ficarei muito grata.

    ResponderExcluir
  17. Oi, Grazi!

    Ficarei feliz em ajudar, com certeza.
    Pra começar, goataria de te indicar o maravilhoso livro "Coordenação Motora", da fisioterapeuta pediátrica Tara Liddle. vale a pena adquirí-lo. Há muitas dicas, exercícios, informções. Você vai ficar encantada. É justamente o que você está querendo. Também acho importantíssimo fazer as sessões de fisioterapia. Se você encontrar uma fisioterapeuta pediátrica, melhor ainda.
    Se quiser me escrever, meu email é

    ensineseubebe@gmail.com

    Abraços e sucesso para sua filhinha.

    ResponderExcluir
  18. Oii, eu to com muita dificuldade. Minha filha tem 3 meses, e nao gosta de ficar de bruço, coloco todo dia, coloco brinquedo na frente, chamo, canto, mas ela sempre choro com no max. 5 minutos, e nao se arrasta no tenta forçar os bracinhos para levantar e manter firme o pescoço. Como devo proceder? Estou muito preocupada. Meu email p obter resposta: quellsousa@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acontece exatamente a mesma coisa com meu filho de 3 meses. Ele não ergue a cabeça e nem força os braços, fica apenas mordendo a mão e mexendo os pés. Como proceder? Também se irrita com 5 minutos...

      Excluir
    2. Bem, o tempo que cada bebê consegue aguentar deitado e brincando de bruços varia. É muito trabalhoso para eles - o equivalente a muitos exercícios abdominais para nós.

      Aqui vão algumas recomendações:

      * Deixa teu bebê de bruços por breves períodos (30, 60 segundos), mas várias vezes ao londo do dia. Curta duração, alta frequencia. Entretanto, se ele tolera bem a posição, deixa-o mais.

      * Se percebes que sua filha está ficando cada vez mais frustrada, tenta rolá-la para outra posição, para o lado, por exemplo, antes de levantá-la.

      * Evita os momentos em que ela está com sono ou fome;

      * Tenta colocá-la de barriguinha para baixo sobre um cobertor macio, aveludado, uma vez ou outra, para proporcionar um importante estímulo sensorial. Melhor ainda, se puderes despí-la;

      * Experimenta deitar-te no chão e pô-la de bruços sobre o teu peito.

      * Dispõe algum brinqueidinho, para que tua filha tente alcançá-lo.


      Apesar das dificudades, continue insistindo nas brincadeiras de bruços. Elas são essenciais para aumentar a força na região dos ombros, dos extensores do quadril e dos músculos abdominais, que são necesários para manter o bom alinhamento em todas as posições.

      Se tiver mais alguma dúvida, pode escrever.

      Abraços

      Excluir
  19. Meu filho tem 2 meses e uma semana pouco coloquei ele de bruços, mas as vezes que o fiz, em menos de 1 min, ele começa a chorar então fico com pena e o retiro, mas acho que estou o prejudicando, será que devo insistir e deixá-lo chorando?? Mtas vezes qdo o coloco ele está chateado por estar c/sono, alias ele é muito dorminhoco. Porém qdo o coloco para arrotar depois da mamada ele tenta erguer a cabecinha e consegue mante-la mais erguida por algum tempinho, mas também qdo o ponho p/arrotar em pé ele começa a chorar!!Não sei o q faço insisto nessas duas praticas??E como fazer???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, o tempo que cada bebê consegue aguentar deitado e brincando de bruços varia. É muito trabalhoso para eles - o equivalente a muitos exercícios abdominais para nós.

      Aqui vão algumas recomendações:

      * Deixa teu bebê de bruços por breves períodos (30, 60 segundos), mas várias vezes ao londo do dia. Curta duração, alta frequencia. Entretanto, se ele tolera bem a posição, deixa-o mais.

      * Se percebes que teu filho está ficando cada vez mais frustrado, tenta rolá-lo para outra posição, para o lado, por exemplo, antes de levantá-lo.

      * Evita os momentos em que ele está com sono ou fome;

      * Experimenta deitar-te no chão e pô-lo de bruços sobre o teu peito.

      * Dispõe algum brinqueidinho, para que teu filho tente alcançá-lo.


      Apesar das dificudades, continue insistindo nas brincadeiras de bruços. Elas são essenciais para aumentar a força na região dos ombros, dos extensores do quadril e dos músculos abdominais, que são necesários para manter o bom alinhamento em todas as posições.

      Bom, não sei se ajudei. Se tiver mais alguma dúvida, pode escrever.

      Abraços

      Excluir
    2. P.S. sobre a questão do arrotar, é melhor seguir a recomendação do seu pediatra.

      Excluir
  20. Adorei o seu blog e estou recomendando a um grupo que tenho no face. sou pedagoga e especialista em educação infantil, minha monografia foi sobre desenvolvimento motor. e estou tentando fazer tudo certinho com meu nenem espero ter sucesso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Thais. Que legal o tema da sua monografia, hein? Volte sempre, que será muito bem-vinda.

      Excluir
  21. A minha filha tem 3 meses e 10 dias, comecei a coloca la de bruço a 1 semana pois e muito molinha, só q quando coloco ela fica tão nervosa q consegue virar sozinha. Pra quem fica com o corpo todo molinho o dia todo ela Me surpreendeu. Será q fazendo assim tem algum beneficio?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Valkiria, traz benefícios, porque melhora a força da musculatura do tronco.

      Excluir
  22. Bom dia A julia. Entao minha filha ainda nao senta sozinha, nao rola e nao gosta deficar de bruços por muito tempo. Mas tem algo que esta me preocupando, é agora ela descobriu que da para ir para tras. Ela fica na mesma posiçao quando nos mulheres fazemos exercicios para os gluteos, que é com as pernas flexionadas deitada de barriga para cima, normalmente ela faz isso despida, chega tocar a cabeç a na parede. É até engraçado de ver... mas estou preocupada. Eu acho q meu marido tem uma parcela de culpa, ele nunca gostava ou melhor nao gosta de ver minha filhade bruços, desde novinha eu a estimulo. Socorro me ajuda...
    Julyara, amor maior

    Ass: Yara Pereira

    ResponderExcluir
  23. Meu filho tem 4 meses e não gosta muito de ficar de bruços, no maximo 2 minutos, porém ele ainda é muito molinho, quando eu coloco ele de bruço ele ergue o pescoço e as vezes chega a rolar de lado, mas no colo ele não firma muito bem o pescoço. A pediatra do PS disse que ele é muito molinho, mas em consulta com a pediatra que nos acompanha, ela disse que é normal. Quando devo me preocupar? Tenho mais duas filhas e elas com dois meses já eram bem durinhas...
    Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Juh
      Ficar de bruços requer muito esforço dos bebês (é o equivalente a fazer muitos abdominais para nós, adultos). Seu filho até que fica bastante tempo nessa posição. O ideal é colocá-los de bruços várias vezes durante o dia, mas pouquinho tempo de cada vez. Por exemplo, digamos que você dê oportunidade para que ele fique de bruços umas 6 vezes por dia, e a cada vez ele ficar 2 minutos, está ótimo. Com o tempo, o bebê vai ganhando mais força, e vai gostando cada vez mais da posição em prono. Quanto à questão do estar molinho, de não firmar o pescoço, aconselho-a a buscar a opinião de um fisioterapeuta pediátrico, a fim de tirar a dúvida.

      Abraços

      Excluir

Related Posts with Thumbnails